no

Expressão ”dor nas costas” bate recorde de buscas no Google

Pandemia de covid-19 mudou a rotina de parte da população que precisou se adaptar para trabalhar ou estudar em ambientes improvisados em casa.

A expressão “dor nas costas” nunca foi tão pesquisada como nos últimos meses no Brasil. Desde o dia 26 de fevereiro, quando o país registrou o primeiro caso de contaminação por covid-19, a busca pelo termo cresceu 76%. O pico foi no dia 26 de abril, de acordo com o Google Trends, o serviço de análise de tendências do buscador.

Home office e aulas online

Oficialmente, dor nas costas não é um sintoma da covid-19, mas a pandemia do novo coronavírus mudou a rotina de muita gente, já que o distanciamento social é tido pelos especialistas como a melhor forma de evitar o contágio em massa e preservar o sistema de saúde. As medidas mais duras de isolamento, exigiram que as empresas se adaptassem à realidade e colocassem parte de seus colaboradores em home office.

Confira cinco dicas para evitar a dor nas costas 

1 Ajuste o local de trabalho: acomode a altura do monitor de forma que não preciso projetar o pescoço para frente. A distância da tela deve ser de 40 a 70 cm, já sentado.

2 Atenção à postura: mantenha costas retas, antebraços apoiados, coxas em 90 graus em relação ao tronco, joelhos e pés também a 90 graus, assim como o ângulo entre o pescoço e o queixo. Apoie os pés e nunca os deixe estendidos para frente.

3 Prepare o corpo: Acorde seus músculos com alongamentos leves.

4 Dê uma pausa: Faça uma pausa de cinco minutos a cada 40. 

5Movimente-se: atividades como alongamentos, abdominais, prancha, mini-agachamento e flexões são as melhores maneiras de preservar a coluna para ter uma boa estrutura muscular.